Inspirações

Livro ensina pais e professores a lidar com “crianças desafiadoras”

Publicação foi escrita por neurologista e psicopedagoga brasileiros

 

Transtorno Opositivo-Desafiador. Essa é a nomenclatura técnica para um problema presente em muitas famílias brasileiras: filhos desobedientes. E, para ensinar a lidar com eles, seja em casa ou na escola, o neurologista infantil Clay Brites e a psicopedagoga Luciana Brites lançam o livro “Crianças Desafiadoras”.

Na publicação, os autores apresentam as melhores estratégias para acabar com a guerra dentro de casa. O neurologista comenta, por exemplo, que o TOD, geralmente, é associado à birra, ou confundido como apenas “falta de limites” em crianças e adolescentes.

“Isso provoca sofrimento nos pais, pois não conseguem entender o porquê das atitudes do filho e não sabem que o transtorno está além do controle da pessoa”, explica Brites.

Segundo ele, é possível identificar algumas características observando as atitudes no dia a dia. Por exemplo, a desobediência, as constantes confusões que se envolve, é agressivo, violento e possui um jeito ríspido de lidar com as pessoas, demonstra dificuldade na interação social. “Esses fatores são indícios de que é possível que o filho tenha o Transtorno Opositivo-Desafiador”.

Luciana Brites reforça, ainda, que apenas pais e cuidadores sabem da preocupação de não estar criando um filho da maneira correta. “Muitos se sentem frustrados com as dificuldades que enfrentam dentro de casa”.

“Crianças Desafiadoras” busca esclarecer dúvidas e ensinar a diferenciar o que é uma simples birra do TOD. E, nos casos em que o transtorno for identificado, também auxiliar os pais e professores a lidar com esse transtorno.

 

Leia também: 3 novidades em papéis para estimular a criatividade

 

Leia também: Cola Pritt comemora 50 anos

 

Fonte: Primeira Página

Redes Sociais