Varejo

Especializada em bullet journals expande com franquias

Especializada em bullet journals expande com franquias

Rede de papelarias Magnólia quer fechar o ano faturando R$ 20 milhões.

 

Especializada em bullet journals, que começaram a se popularizar no país recentemente, a rede de papelarias Magnólia esbarrava em um obstáculo que impedia seu crescimento: o preço. Mas foi por meio da expansão pelo franqueamento que a empresa mudou o cenário e, só no primeiro ano de operação, faturou R$ 4 milhões.

Hoje, a rede conta com 22 unidades em operação e, até o final de 2019, pretende atingir 60 unidades e R$ 20 milhões em faturamento. São cinco sócios no comando - Julia Hueb, Fillipe Janiques, Igor Vendas, Thiago Janiques, e Vitor Viana.

A primeira unidade da papelaria abriu em fevereiro de 2018. No primeiro mês, o faturamento foi de 80 mil reais. “Começamos a receber interessados em abrir filiais e fomos estudar mais sobre como operar no mercado de franquias”, afirma Vendas, em entrevista à revista Exame.

A Magnólia contratou uma consultoria para formatar o negócio ao franqueamento e para elaborar a Circular de Oferta de Franquia (COF), documento que contém todas as informações necessárias ao franqueado. A primeira unidade franqueada começou em abril de 2018, em Goiânia (Goiás).

Para se diferenciar das papelarias comuns e das papelarias chiques, a Magnólia defende um tíquete médio intermediário. Seus clientes costumam gastar 65 reais e levam 2,5 itens por compra. Em papelarias finas, Vendas afirma que o tíquete médio vai de 100 a 120 reais.

 

Leia também: Papel desmata a Floresta Amazônica é mito

Leia também: Fabricante de cadernos e produtos escolares conta sua história em livro

 

Fonte: Primeira Página, com matéria da revista Exame.

Redes Sociais